sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Sou:

Mais que a primeira pessoa do singular do verbo ser no presente do indicativo, a razão para: pensarmos, vermos, sentirmos.

O que sou Eu...? Que importa a alguém saber? Querem gostar de mim? Querem odiar-me? O que é que eu tenho haver com isso? Pouco me importa o que pensam de mim!!

Eu sou o que sou, sou parvo e tenho orgulho nisso!

E quer queiram quer não eu existo! Aos que me aturam, gabo-lhes a paciência, aos que não me querem aturar, lamento-lhes o mau gosto.... Mas a todos digo o mesmo: Boa Sorte!

4 comentários:

Persona naturale disse...

Oi amigo!!! Pronto já dei aqui um saltinho!!!
Podes ter a certeza k será mais um blog que irei visitar com grande frequência!!!
A todos os colaboradores deste blog, muito boa sorte pa esta vida de blogger, é para continuar!!!

P.S.: Qual dos 5 amigos és???

Bjinhos

Afonso Viegas disse...

és o THE ROCK !!
um simples e significativo comentário ao teu "sou":
"Eu dou-te lá fora ! "

Persona naturale disse...

Já te respondi no meu blog!!!

Bjinhos

Pedro da Ega disse...

Eu sou parvo, Tu és parvo, Ele é parvo, Nós somos parvos, Vós sois parvo, eles são parvos. Somos todos parvos. E existimos, todos, portanto, habituem-se...